FRESCO BRUEGELIANO. DEZ ESTUDOS E UM ENSAIO SOBRE DRAMATURGIAS PORTUGUESAS ENTRE 1990 E 2010

Capa Antonio Conde_PRINT_2FRESCO BRUEGELIANO. DEZ ESTUDOS E UM ENSAIO SOBRE DRAMATURGIAS PORTUGUESAS ENTRE 1990 E 2010

colecção azulcobalto | ensaio | 001

Edição 049

Edição comparticipada pelo CHAIA – Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora

ISBN da edição impressa 978-989-8592-57-6

Formato 14×22 cm

Páginas 544

PVP €28

Painel Bruegeliano. Dez Estudos e um Ensaio sobre Dramaturgias Portuguesas entre 1990 e 2010

«O estudo em concreto das propostas dramatúrgicas portuguesas editadas entre 1990 e 2010 foi precedido pela construção de um suporte teórico, que ajudasse a enquadrar este conjunto de textos em dois âmbitos sobrepostos: o século xx português, em termos históricos e culturais e na especificidade dos comportamentos do teatro nesse período; as perspetivas de evolução das artes em geral e do teatro em particular, ao longo deste mesmo período, colocando-se ênfase nas transformações de ordem cultural na viragem para o século xxi.» (da “Introdução”).

Alguns dos dramaturgos estudados: Luísa Costa Gomes, Mário de Carvalho, Jaime Rocha, Jorge Sila Melo, Carlos Jorge Pessoa, Armando Nascimento Rosa, Abel Neves, Jacinto Lucas Pires, Pedro Eiras, José Maria Vieira Mendes; e as várias “dramaturgias emergentes”.

 

Anúncios
%d bloggers like this: