José Manuel Teixeira da Silva

José Manuel Teixeira da Silva (Porto, 1959)

José Manuel Teixeira da Silva (Porto, 1959)

Escreve poesia, alguma prosa, faz fotografia. Participou nas antologias poéticas EnCantada Coimbra (Publicações D. Quixote, 2003), Anthologie de la jeune poésie portugaise (Maison de la Poésie Rhône-Alpes, 2004), Cintilações da Sombra 2 (Labirinto, 2014), Quarto de Hóspedes (Língua Morta, 2013) e nos volumes colectivos Caderno 2 (prosa, Enfermaria 6, 2014) e A Minha Palavra Favorita (prosa, Centro Atlântico, 2007); colaborou nas revistas Cadernos de Literatura, Hífen, DiVersos e Falar/Hablar de Poesia. Realizou sequências fotográficas para antologias de poesia (Ao Porto, Publicações D. Quixote, 2001 e EnCantada Coimbra, Publicações D. Quixote, 2003) e para a obra Porto- A Arte do Ferro, Ed. Asa, 1997.

É autor, desde 2009, do blogue súbito [http://subito-jmts.blogspot.pt/]

Principais publicações:

O Lugar que Muda o Lugar (poesia, Língua Morta, 2013); Anima (poesia, com ilustrações de Ana Abreu, Língua Morta, 2011); As Súbitas Permanências (poesia, Quasi Edições, 2001); Súbito a Mão (poesia, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1983); Ver. -59 anotações fotográficas (fotografia, ed. autor/Blurb, 2012).

Na Companhia das Ilhas: Música de Anónimo (col. azulcobalto | poesia, 2015)

%d bloggers like this: